Frequência semanal de treinamento resistido

Resort de águas termais é destino turístico quente no inverno
3 de julho de 2018
Terapia De Casal- Felizes Para Sempre?
9 de julho de 2018
Exibir tudo

Frequência semanal de treinamento resistido

A frequência de treino nada mais é do que a organização das unidades de treinamento dispostas em um determinado período de tempo (usualmente semanal) e que determinam papel fundamental na aparição dos resultados esperados. Contudo, sabe-se que as tomadas de decisões para fragmentação do treinamento semanal na musculação muitas das vezes ainda são baseadas em intuições e em alguns métodos tradicionais.

Por isso, o estudo de Schoenfeld, Ogborn e Krieger (2016) objetivou revisar sistematicamente e realizar meta-análise (o mais alto nível científico) do que há escrito sobre diferentes frequências de treinamento resistido na hipertrofia muscular, analisando também o tamanho do efeito em cada protocolo utilizado.

No referido, os estudos incluídos deveriam responder a cinco critérios elencados pelos autores, tais como serem estudos que comparassem diferentes frequências de treino utilizando ações concêntricas e excêntricas; estarem publicados em revistas com língua inglesa; apresentarem as medidas de alterações morfológicas por biopsia, diagnóstico de imagem, circunferência e/ou densitometria; que tivessem utilizado participantes humanos sem doenças crônicas ou lesões; e ainda que houvessem sido realizados em um mínimo de 4 semanas.

Os resultados do estudo mostraram a relevância da frequência de treino como variável que prediz o tamanho do efeito na hipertrofia, sendo a maior frequência estando associada com um tamanho de efeito maior do que a menor frequência.

Também, quando comparados estudos que investigaram as diferenças entre a realização de treinos de grupos musculares de 1 a 3 vezes na semana, os achados demonstram que treinar 2 vezes promove maiores resultados hipertróficos do que 1. Já se 3 vezes na semana promove melhores resultados em relação a 2 ainda deverá ser determinado por estudos futuros.

Contato: augustokuipers96@gmail.com

Ou https://www.facebook.com/LaboratorioFisiologiaExercicio/

Fonte: SCHOENFELD, B.J; OGBORN, D.; KRIEGER, J.W. Effects of Resistance Training Frequency on Measures of Muscle Hypertrophy: A Systematic Review and Meta-Analysis. Sports Med. 2016 Nov;46(11):1689-1697. doi: 10.1007/s40279-016-0543-8.

Texto por:AUGUSTO KUIPERS - acadêmico de Ed. Física e RAFAEL CUNHA LAUX- Professor Coordenador do Laboratório da Unoesc Chapecó.

novo corpus